Dicas para viajar com segurança e tranquilidade no fim do ano

Campo grande (MS) – Último mês do ano e com ele vieram os preparativos das festas que fecham 2017, a chegada das férias e o início da temporada de verão. E muita gente aproveita esse período para viajar e o que não faltam são opções de destinos incríveis. Para que esse momento seja mais bem aproveitado é necessário planejamento e organização do roteiro evitando, dessa forma, imprevistos e problemas futuros.

Se você ainda não se programou ou não decidiu para onde viajar, confira algumas dicas:

Escolha do destino: Mato Grosso do Sul possui muitas opções e a dica é que o viajante faça um levantamento no site VisitMS sobre quais experiências deseja conhecer e também pesquise atrativos relacionados ao destino escolhido como museus, parques, atividades de aventura, eventos, monumentos históricos e estabelecimentos gastronômicos. Assim, nenhum detalhe fica de fora do roteiro.

Documentos necessários: Escolheu o destino? Hora de ter em mãos o documento oficial com foto em bom estado de conservação. Pode ser a carteira de identidade (RG), carteira nacional de habilitação (CNH), carteira de trabalho, carteira profissional (como CREA, OAB, etc), passaporte ou cópias autentificadas destes documentos. Essa norma vale para adultos e adolescentes maiores de 12 anos.

Quem viaja com criança precisa do documento oficial com foto ou cópia autenticada que comprove filiação ou parentesco com o responsável. São aceitos, ainda, certidão de nascimento – original ou autenticada – e passaporte brasileiro.  Atenção às exigências da empresa transportadora contratada, do Estatuto da Criança e do Adolescente e da Vara da Infância e da Juventude da localidade de embarque. Para mais informações, basta clicar aqui.

Meio de transporte: Vai de carro, ônibus ou avião? Procurar promoções de passagens de avião de ônibus em sites de busca, agências de viagens ou companhias é a dica para quem quer economizar. Quem se programa e comprar com antecedência consegue pagar mais barato ainda.

Chegar cedo ao aeroporto ou rodoviária é outra dica valiosa, afinal, evitar transtornos com atrasos já faz parte de uma boa viagem. Atenção também para as taxas de bagagens que são cobradas pelas companhias. As regras sobre o tema podem ser encontradas aqui e aqui.

E atenção, quem vai de carro precisa fazer revisão no veículo antes de pegar a estrada. No percurso, tenha atenção à sinalização e aos limites de velocidade da pista e, se preciso, faça pausas para descansar. Se tiver dúvidas sobre os limites de velocidade, clique aqui. Outro tema para quem usa o carro é o pedágio. Para não ser pego de surpresa, consulte os locais que possuem esse tipo de serviço.

Com Cadastur é mais seguro: Conte com o Cadastur para garantir uma viagem mais segura. A ferramenta é um cadastro de empresas e prestadores de serviços turísticos junto ao MTur e indica que os estabelecimentos e trabalhadores estão em conformidade com a legislação vigente. Por lei, todo meio de hospedagem, transportadora turística, parque temático, acampamento, organizador de evento e agência e guia de turismo são obrigados a ter o cadastro. Portanto, opte sempre pelos prestadores legais e em conformidade com toda a lei. Consulte os prestadores cadastrados aqui.

Hospede-se: Hotel, pousada, hostel ou acampamento? A escolha vai depender do gosto do turista que conta com agências de viagem e sites de busca especializados em meios de hospedagens para ajudar na hora de reservar a estadia, consultar valores, localização, e detalhes do quarto. Se puder, reserve! Essa atitude é importante, pois evita possíveis problemas de superlotação no local de hospedagem. O turista também pode fazer a reserva diretamente com o estabelecimento.

Trace um orçamento: Por falar em orçamento, a montagem dessa etapa é algo muito pessoal, pois é reflexo de quanto o viajante está disposto a investir na viagem. Por isso, para não começar o ano no vermelho, busque soluções seguras e que caibam no seu bolso. Na hora de colocar os gastos no papel, lembre-se da passagem, hospedagem, transporte dentro da cidade, alimentação, compras extras e taxas de atrações turísticas. Tudo certo, agora é só embarcar. E boa viagem!

 

Débora Bordin – Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul, com informações do MTur | Fotos: Alexis Prappas