FundturMS participa de encontro nacional de Observatórios de Turismo em Foz do Iguaçu

Campo Grande (MS) – O governo do Estado e secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), através da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul, participou essa semana do 2° Encontro da Rede Brasileira de Observatórios de Turismo. O evento aconteceu nos últimos dias 08 e 09, no Parque Tecnológico Itaipu, em Foz do Iguaçu (PR).

Mais de 20 observatórios de todo o país participaram do encontro, que promoveu cursos de qualificação, mídias sociais, avaliação e mensuração dos impactos econômicos do turismo, fatores de atratividade e impactos nas recomendações online para os representantes dos Observatórios brasileiros. Além disso, discutiu o alinhamento de metodologias de pesquisas em turismo no país e as melhorias na operação e ações dos órgãos.

Entre os destaques da programação do encontro estão a palestra “Os observatórios de turismo como instrumentos para construção de destinos turísticos inteligentes”, ministrada por Federico Zerba, do Observatório Turístico de Buenos Aires, e o debate “Como viabilizar a realização e divulgação de pesquisas para facilitar tomadas de decisão?”.

Os observatórios de turismo surgiram a partir do movimento de profissionalização pelo qual o setor está passando. Esses órgãos fazem o acompanhamento, observação, coleta, tratamento, análise, geração e monitoramento de dados e informações sobre atividades turísticas. O trabalho dos observatórios visa disponibilizar dados para que especialistas, poderes público e privado e sociedade civil organizada sejam auxiliados nas tomadas de decisão que envolvam o setor.

ObservaturMS

O Observatório do Turismo de Mato Grosso do Sul (ObservaturMS), que começou a ser implantado em 2017, apresentou o primeiro boletim no último dia 04 de maio. Os dados serão disponibilizados trimestralmente e, por enquanto, estarão disponíveis apenas no site oficial do turismo do estado. Mas já está em fase de desenvolvimento um site próprio do Observatório, onde todos os dados do cenário turístico local ficarão disponíveis para consulta. Confira o 1º ObservaturMS referente a janeiro, fevereiro e março de 2018: https://bit.ly/2wfigyO

 

Débora Bordin – Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul | Foto: Divulgação