AdventureNEXT: Mato Grosso do Sul será sede do maior evento de ecoturismo da América Latina em novembro

Estado concorreu com países como Chile e Equador

Campo Grande (MS) – Mato Grosso do Sul será o balcão de negócios da América Latina em novembro deste ano, durante o 1º AdventureNEXT Latin America. O Estado competiu internacionalmente com o Chile e o Equador e foi o escolhido como destino sede deste evento, que é especializado em ecoturismo e turismo de aventura.

O lançamento oficial do evento, com a assinatura de carta compromisso entre Governo do Estado, Adventure Travel Trade Association (ATTA) e Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), aconteceu nesta terça-feira (10.4). Resultado de um ano de articulações e planejamento, a ação será realizada de 7 a 9 de novembro em Campo Grande, com previsão de reunir 400 pessoas que vão fazer negócios, vender seus destinos e conhecer as potencialidades turísticas de Mato Grosso do Sul.

O governador Reinaldo Azambuja destacou a importância desses projetos que agregam muito à profissionalização do turismo de Mato Grosso do Sul. “Hoje o turismo representa 8,5% do PIB nacional e isso é importante para vermos a potencialidade dessa atividade econômica. E trazer para Mato Grosso do Sul um evento internacional como o AdventureNEXT, o maior da América Latina, mostra que estamos buscando os caminhos, pois temos um grande espaço para crescer e atrair cada vez mais turistas de todo o mundo”.

O diretor-presidente da Fundação de Turismo de MS (Fundtur-MS), Bruno Wendling, afirma que este é um momento único para o Turismo de Mato Grosso do Sul. “Para nós é um grande avanço reunir os principais e melhores operadores de turismo de aventura e ecoturismo do mundo, o que vai possibilitar a aproximação com o trade local e geração de negócios entre os nossos receptivos e operadores nacionais e internacionais. E esse é um dos papéis do estado, o de gerar oportunidades e criar um ambiente favorável para que os nossos empresários dessa atividade econômica possam fazer bons negócios”, disse.

Bruno citou ainda um dos resultados do posicionamento de mercado adotado pela Fundação de Turismo em sua nova campanha de marketing, que já levou um prêmio internacional com o vídeo promocional “VisitMS – você no seu melhor estado”. “Isso é fruto de um planejamento que também inclui outras ações, mas esse vídeo concretiza todo um trabalho de mais de 12 meses dessa gestão, o de reposicionar o turismo de Mato Grosso do Sul enquanto destino segmentado, qualificado, de ecoturismo, de aventura, de pesca, e agora de negócios e eventos”.

Titular da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, destacou que este é um trabalho articulado em parceria com o desenvolvimento do Estado. “O turismo tem potencial para ser o grande motor do desenvolvimento de Mato Grosso do Sul e isso depende de uma visão estratégica e positiva. Estamos avançando para que o turismo seja uma das principais atividades de desenvolvimento sustentável e já temos competência técnica para isso”.

Em Mato Grosso do Sul, pela primeira vez, Alexandre Nakagawa, coordenador-geral de Segmentos Turísticos da Embratur, destacou que é interessante ver de perto o potencial do Estado que é reconhecido internacionalmente. “Este é um evento de Brasil, para que a gente possa promovê-lo lá fora com toda sua excelência, e não poderíamos ter melhor anfitrião”.

Diretora da Adventure Travel Trade Association (ATTA), Gabriella Stowell, destacou que Mato Grosso do Sul será a porta de entrada do turismo de toda a América Latina nesses dias e a conquista se deve à combinação de fatos que levaram à escolha do Estado. “Esse vai ser um evento muito importante para o nosso país como um todo. O diferencial que levou Mato Grosso do Sul a ser escolhido como destino do 1º AdventureNEXT Latin America foram os elementos da natureza, a cultura, a segurança e a qualidade no trade turístico que vocês têm. Esses são os principais fatores que deram ao Estado uma alta pontuação na concorrência pelo evento”.

 

Débora Bordin – Fundação de Turismo de MS, com informações da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro) | Foto: Chico Ribeiro